CDE: Como Montar Seu Próprio Moodboard

Uma das coisas mais legais da consultoria de estilo é quando propomos para a cliente uma ‘solução’, um caminho, um novo olhar para descobrir e encontrar o seu estilo pessoal. É super legal porque é nessa hora que a cliente acredita que o seu trabalho vai funcionar (e funciona!) e também é a hora que ela percebe que você sacou tudinho que ela te contou. É lindo, não posso nem falar muito porque tô emotiva demais nesse pós parto, se bobear eu choro, hahaha.

Mas, enfim, hahaha, hoje eu vou dividir com vocês algumas dicas para que você consiga montar o seu próprio moodboard – ‘prancha de referências’ em português – sem perder o foco. Porque vamos combinar? Com essa quantidade IMENSA de imagens por aí, com tantas blogueiras, fotos de streetstyle, semanas de moda, pinterests e afins, é quase impossível não desejar tudo, amar mil coisas e continuar sem saber pra onde ir.

Hoje vou propor pensarmos em uma situação específica, quase um exercício de compra consciente. Vou usar como exemplo uma situação pessoal (e real, haha): Tenho um casamento para ir em dezembro, na hora do almoço, numa cidade que faz calor e que vai acontecer em um lugar fechado (não é fazenda/praia).

Sendo assim, separei as questões gerais:

• Precisa ser uma roupa que não me mate de calor (jura? haha)

• Evitar brilhos e comprimentos longos – afinal, o casório é de dia e não precisa de um visual tão sofisticado quanto se fosse a noite.

• Escolher cores que não sejam ‘cores da noiva’ – bege, branco, offwhite e afins.

• Sapato de salto alto mas não tão alto – porque acho mais chique pra casamento de dia.

Questões específicas pra minha vida (aí aqui você coloca as suas, tipo: não quero mostrar as pernas, não curto roupa justa, quero decote nas costas, …)

• Estarei amamentando, ou seja, precisa ser uma roupa com alguma abertura na frente e que role usar com sutiã.

• Já terei emagrecido os quilos da gravidez?

• Ando com desejo de comprimento midi, hehe. <3

• Salto baixo – pra carregar Miguel no colo sem ficar tensa de tomar um tombo.

• Quero investir mais nos acessórios que no vestido – aliás, eu sempre faço isso em casamentos! Hahaha. Acho surreal investir uma fortuna em um vestido que vou usar pouquíssimo.

Pronto! Já coloquei vários guias para a minha pesquisa e são esses critérios que vão me fazer montar um moodboard coerente e que, de fato, me ajude a ter idéias quando for atrás do look pro casório. A princípio eu vou, sim, precisar comprar roupa – mas pode ser que eu use algum acessório que eu já tenha. Também estou disposta a pensar em não usar vestido: curto a idéia de saia + blusa ou até um macacão lindo (vivo querendo ir de calça em casamento e nunca acho uma que eu ame!).

Outra dica pro moodboard é que você não precisa gostar de TUDO que tem em todas as imagens. A idéia é montar um frankenstein onde cada imagem tem alguma coisa que te guia. Pode ser cor, textura, acabamento, decote, modelo, mood… e por aí vai. Mas é importante saber o que cada imagem te diz.

Sendo assim, o meu moodboard é esse!

moodboard casamento de dia mtdf

E eu prometo que volto em dezembro pra contar com que roupa eu fui e como minha prancha de referências ajudou! 🙂

Diz aí: pra qual mood vc tá precisando de board? 😉

[ps: lá no pinterest eu tenho uma pasta só com referências para casamentos de dia, vai lá ver!]

Comente no facebook

comentários