Eu Amo Livro: GirlBoss

Eu tô bem monotemática com trabalho-moda-mulheres, ultimamente, nem vou me desculpar! Hahaha. Daí eu andei vendo esse livro no timeline de um monte de gente que eu admiro, vi também no instagram de outras tantas mulheres, fiquei curiosa, comprei e li.

girlboss 1

Amei? Não, não amei. Queria ter amado, mas não rolou. Só terminei de ler porque era pra escrever aqui pro blog, fui me empurrando no final… O livro é bem autobiográfico-cheio-de-dicas-americanas e foi escrito por Sophia Amoruso, dona-criadora-ceo da marca Nasty Gal.

Parênteses aqui pra dizer que eu já comprei muito na Nasty Gal e nem sabia do que se tratava, como a marca tinha começado. E essa história foi a única que me pegou… mas isso dura 20 páginas e olhe lá.

girlboss 2

Em resumo, Sophia é uma garota normal, classe média, que começou uma marca, do nada, sem dívidas, vendendo roupas vintages do Ebay. Tudo isso eu achei o máximo. Mas, cara, ela escreve muito mal, falta arcabouço, sabe? Livro suuuper raso, sem aprofundar em tema algum. Além disso, é mega repetitivo, ela fala do quanto foi rebeldezzzz milhões de vezes, fiquei mega cansada.

É claro que ela tem o que dizer, ela não ficou milionária a toa, é claro que é interessante perceber que uma gata que não fez faculdade conseguiu construir uma marca milionária, cool, descolada, blablabla sem fazer dívida, sem pegar dinheiro emprestado, quase no milagre. Mas vai ver ela boa de fazer acontecer e ruim de livros, fazer o quê? Hehehe.

girlboss 3

Nessa leva, eu continuo fã do ‘Faça Acontecer‘ – acho parecido mas muito melhor. 🙂

Comente no facebook

comentários