Tô Amando – Anine Bing

Não é de hoje que eu adoro o estilo da Anine Bing, não é de hoje que paquero as studded boots da marca dela (que tem o mesmo nome)… é paixão antiga, namoro sólido, inspiração estabelecida.

Mas o post de hoje é sobre Anine Bing como minha referência pessoal de estilo. Eu tenho andado super insatisfeita com grande parte do meu guarda roupa e resolvi fazer eu mesma os exercícios de imagem que eu proponho para as minha clientes. Tem uma chavinha no nosso cérebro que precisa ser virada para nos fazer entender que nem tudo que a gente acha bonito faz (ou deve fazer) parte do nosso estilo. Nem tudo que a gente acha legal é, de fato, parte do que somos. Vou dar um exemplo rápido e pessoal: adoro blazer, acho lindo, ensino 90% das minhas clientes a usar. Mas não uso, não é meu estilo, não sou eu. Acho bem legal pensar desse mesmo jeito as imagens… quando reunimos alguns looks que curtimos de verdade e que usaríamos hoje se eles estivessem na nossas mãos, é fácil perceber itens em comum, fica fácil ler e interpretar todas essas imagens.

Pois bem, meu exercício ainda está em construção, mas já sei que Anine Bing me inspira muito. Listei 3 coisas que fazem parte do estilo dela e percebi que faz parte também do meu:

• tshirt: eu adoro camiseta de algodão, é um vício, é como eu me sinto mais eu! Vivo numa luta eterna para ter blusas arrumadinhas, mas feliz mesmo eu fico é de tshirt, se for cavada então.. <3

anine bing tshirt

• preto: sempre amei roupa preta, sempre curti mas alguma coisa me atrapalhava e eu quase não usava all black. Hoje em dia uso muito pra trabalhar, acho um jeito excelente de ser quem eu sou sem ficar chamando atenção demais pro que eu visto — no trabalho eu gosto de ser um pouco mais discreta.

anine bing all black

• lingerie aparente: jeitinho cool de ser sexy, né? Já uso muito e quero usar ainda mais.

anine bing underwear

Mais alguém aí da turma do minimalismo? Me contem suas referências? <3

Comente no facebook

comentários