Fofurices do Miguel – Parte 1

Fiquei pensando onde eu poderia escrever (pra registrar) as fofurices do Miguel… acho que vou criar um diário em papel, mas, até lá, vai rolar eventualmente essa sessão aqui. Espero que vocês gostem! 🙂

Ultimamente, ele tá super ansioso pra falar, quase não consegue, mas fica tentando. E aí, a moda do momento é ele responder com ‘tá’ pra tudo que a gente fala, mesmo sem entender o que isso quer dizer, hahaha. Tipo ‘filho, não pode mexer aí, tá?’, ele responde imediatamente ‘tá’ e continua mexendo, hahaha. É muito fofo (e cara de pau, haha).

A segunda fofurice é que ele anda super afim de dividir comigo o que ele come e ainda mais afim de comer o que eu como. Tá comendo banana? Enfia um pedaço na minha boca, tô comendo um pãozinho de manhã? Não sossega enquanto não come comigo e aí é comer junto mesmo. Ele come metade! Se ele me vê almoçando, tem que comer a minha comida, mesmo tendo acabado de bater uma pratada. Muuuito fofo, muuuito denguinho da mamãe.

A parte mais louca de ter um bebê de 1 ano é se dar conta de que ele entende tudo que você fala com ele. Tudo. É assustador, até. A gente parou, inclusive, de falar sobre ele na frente dele, porque ele entende. Se você pede pro Miguel pegar uma bolinha, ele vai e busca. Se você fala ‘dá o pé’ pra colocar o sapato, ele dá. Se você fala do avião, ele olha pro céu, e o mais chocante: ele sabe direitinho o que pode fazer e o que não pode e fica muitoooo sedutor quando vai fazer alguma coisa perigosa. Estamos ferrados!

Agora, com 1 ano e 2 meses, as palavras que ela fala são: papai (fala bem direitinho), mamã (demorou mas agora fala sempre!), auau, tá, dá (pra quando ele quer alguma coisa), babá (que significa banho – ele aaaama tomar banho!).

Ele tá super careteiro e tudo que ele faz que percebe que dá audiência ele passa a repetir loucamente. Super beijoqueiro, super simpático, fala com todo mundo por onde passa… muito libriano, hehe.

A parte chata é que ele tem mordido, tô super apreensiva e chateada, mas aparentemente é uma angustia de ainda não conseguir se comunicar plenamente e falar tudo que ele quer.

fofurices do Miguel 2macaquinho de imitação: tudo que a gente faz, ele faz igual. miguel, eu e tia preta, em bh – dezembro 2015

Comente no facebook

comentários