5 Dicas Para Ter um Armário Incrível

No sábado que passou eu fui a um workshop super especial que teve aqui em SP. Quem curte a fan page do blog lá no facebook viu que eu divulguei o evento e disse que eu iria. Pois bem, a Ana Soares, do Hoje Vou Assim OFF, trouxe pra SP um pout pourri dos dois workshops que ela estava dando no Rio: Comprei e Nunca Usei e Básicos Não Tão Básicos. Foram 4 horas incríveis que a gente passou lá no Starbuks do Itaim – sem contar a parte mini tragédia pessoal: eu sozinha, perdida pelas ruas do jardim europa, de carro, semi desesperada, com medo da marginal pinheiros. Hahahaha. Mas essa é outra história.

1Super lynda #not de blusa listrada e piscando na foto e o baile todo no fim da aula.

Na verdade fiquei bem orgulhosa de mim porque eu não sou uma pessoa ‘Comprei e nunca usei’ hahaha. Não tenho absolutamente nada no armário que comprei há tempos e não usei ainda. Apesar de ser bem compradeira eu acho que tô super evoluída porque há muito tempo não me arrependo de uma compra, mesmo pós eua onde eu o consumismo bate recordes.

Mas, verdade seja dita, eu saí de lá bem inspirada a ter um armário 100% amado. Eu já tô nesse mood há um tempo mas resolvi tornar o negócio mais objetivo e a minha arrumação no armário já começou forte!

• Separei roupas para doar. Muuuuitas! Todas que eu já usei até cansar, ou que  já desbotou, ou que enjoei, ou que já não dá mais samba pra mim, mas que ainda pode, com dignidade, vestir muita gente por aí. Nada de roupa velha, suja e furada, hein? Roupa para doar tem que estar em bom estado, peloamor!

• Separei um pouquinho para vender. Vou fazer um álbum na fanpage e vou vender beeem barato. Já fiz isso uma vez num bloguinho antigo que na época eu criei só pra isso, mas acho mais simples usar a fanpage do blog. Fiquem de olho, vai ter blazer, camisa de seda e não só coisas pequenas. Dois blazers, inclusive, estou vendendo porque são grandes pra mim. E eu sempre vendo as coisas que eu sou apegada mas não uso, fico com dó de me desfazer e aí vendo barato e uso o dinheiro pra comprar uma outra peça legal que me sirva direito e me faça feliz.

E aí tenho mais duas dicas que aprendi no workshop e outra minha mesmo pra dividir com vocês. Para ser mais feliz com o guarda roupa…

1- Tenha um cabide para lenços – quando eles ficam todos socados numa gaveta você usa só os mesmo, esquece a maioria e eles vivem amassados. Um cabide costuma ser eficiente e é barato. 🙂

cabide para lenço

2- Cabide para cintos e bijouteria – cinto enrolado estraga. Essa eu ainda to vendo como fazer porque eu justamente tenho pouco espaço de arara, mas cinto estragando eu também não topo mais. Já os cordões dizem ao contrário, que eles pendurados é que estragam. Mas os meus ficam assim há séculos e foi o jeito que arrumei de vê-los sempre e saber que não estão todos embolados em uma caixa.

organizando_bijous

3 – Pense antes de comprar. Essa é uma dica super clássica pra mim! Eu costumo ir na loja, namorar uma peça, experimentar e deixar pra trás. Se depois de dois dias eu ainda estiver pensando nela é porque realmente vale a pena comprá-la. 90% das vezes largo pra lá e isso serve também para loja online! C-L-A-R-O que não estou falando de coleções assinadas, mega liquidações, porque aí acaba muito rápido… mas é também um treino pro olhar: saber o que vale comprar na hora e o que vale esperar pra ver se é amor verdadeiro.

4 – Só por amor. Pode custar 1 real, se eu não amei eu não levo. Pode ser super útil, se não amei eu não compro.

5 – Faça listas! Já falei por aqui que sou psycho das listas, faço pra tudo. Mas é ótimo, gente. Do contrário você vai precisar de uma sapatilha preta e nunca vai lembrar de comprá-la e, ao mesmo tempo, vai ter 10 itens repetidos que você nem usa tanto assim. Foco!

E aí? Alguém quer dividir mais dicas comigo? E stay tunned pro desapego na fan page! <3

10 comentários em “5 Dicas Para Ter um Armário Incrível”

  1. Olha, esse pensar antes de comprar tem me deixado arrasada.
    Ano passado achei uma saia longa maravilhosa, mas muito cara e larguei pra lá. Paquerei várias vezes. No dia que criei coragem para gastar o dinheiro, não tinha mais. Péee. Bem feito, mão de vaca.
    E no inverno vi um casaco perfeito na zara kids (dica sua para roupas que são bonitas e cabem na gente), estava meeeega barato, mas ficava com preguiça (???) de comprar, vi o danado três vezes. Um belo dia fui decidida e…acabou. Bem feito de novo.

  2. Lembrei de outra dica: no meu armário só entra peça nova se uma outra sair!
    Roupas em fluxo para a vida não estagnar!
    😉

  3. Ai, meu Deus, onde seu blog se escondeu de mim esse tempo todo? Faz tanto tempo que perdi qualquer tipo de empolgação com a blogosfera de modas que nem lembrava mais como era querer “folhear” um blog novo de cabo a rabo! E ó, juro que faria isso se não precisasse dormir, hahaha. Você é divertida, se veste com estilo e sem modismos, segue os únicos blogs de moda aos quais eu jurei amor eterno (Oficina e HVA OFF), bebe Colorado e adora desbravar um brechó! Sério, what’s not to love? <3

  4. Thais Farage

    ótima idéia, ana. levar pra alimentação, amei! como tanta tranqueira que nem curto tanto assim… hahaha. :*

  5. Essa eu sempre faço: só compro se amo. E várias vezes eu provo e dou uma volta ou espero uns dias para saber se quero mesmo! Uma vez eu vi uma coruja de pelúcia no aeroporto de Brasília, num voo de ida para Goiânia. Não comprei. Esperei o voo de volta, 15 dias depois… e a bichinha tava lá! Isso que é amor! Comprei feliz!!
    Tudo bem, eu não sou exatamente consumista, essa é que é a verdade. Mas acho super importante só comprar o que a gente ama.
    Tento levar isso para a alimentação – ó o desafio aí! Parar de comer algumas bobagens que no final das contas a gente nem gosta tanto, sabe?!
    😉

  6. Thais Farage

    Gente, exatamente! Hoje em dia qualquer coisa custa 100 reais, bizarro, mesmo. Já tem um tempinho que não compro nada que eu tenha me arrependido. Também nào esqueço das coisas que comprei porque tenho faniquito com roupa nova, hahaha, quero usar no mesmo dia! Quando eu era criança já saia da loja vestida com a roupa nova e a velha na sacola, hahaha

    Beijocas!

  7. May Fernandes

    Vi vc na foto do insta da ana e comentei ‘olha a thaissss’ ahahaha!
    Pena que moro muito longe, senão certamente teria ido. A Ana SABE MUITO sobre consumo de moda consciente, uma coisa que ando em busca atualmente.
    Também ando numa arrumação frenética (da vida, do guarda roupa, da carreira, de tudo!) e esses dias fiz um faxinão. Tirei 3 sacolas grandes pra doar no bazar permanente da instituição pra crianças com cardiopatia que eu ajudo, 1 sacola dei na rua pra uns meninos no sinal e 1 sacola de blusas pra vender entre amigas e conhecidas. (muitas ainda com etiqueta, ô dó!). Depois da arrumação a gente fica mais consciente nas compras, dá uma pena ver coisas que você comprou há 6 meses ou mais indo pra doação sem nenhum uso, é como rasgar dinheiro sabe?! Enfim, também ando lendo super o Oficina de Estilo e elas dão dicas incríveis sobre pensar antes de comprar.
    Essa questão do ‘não amei, não vou comprar’ tem sido super aplicada por mim atualmente. Penso logo nas combinações que posso fazer com aquele item. Se fica limitado demais, se o uso vai ser raro demais, deixo lá na loja mesmo… até pq hoje em dia qualquer blusinha é 100 reais, e gente, 100 reais pra mim é MUITA grana! ahahaha
    Amei a dica de cabide de lenços, colocarei em prática hoje mesmo, os meus estão todos embolados na gaveta.

    beijo thais!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.