A Cor Do Meu Cabelo

Eu enroleeeei pra fazer esse post, mas enrolei tanto que já tá até na hora de pintar de novo hahahaha. A verdade é que eu sou péssima em me organizar pra fazer fotos específicas e aí, pra não enrolar mais, resolvi pegar umas aleatórias, mesmo, que não usei pra post, pra explicar o que eu fiz.

loiro médio sem cabelo branco 1foto de costas ontem de dia e foto de ‘making of’ hahaha, enquanto eu me maquiava. Ignorem a ‘corcunda’.

loiro médio sem cabelo branco 2

A cor do meu cabelo originalmente é loiro escuro acinzentado, eu amava muito a cor natural mas já faz uns 2 anos que eu tenho cabelo branco. E, como manda a natureza, os brancos fora virando maioria esmagadora… ignorei o quanto pude mas chegou a hora de pensar o que fazer. [pausa aqui para dizer que eu não acho MESMO que cabelo branco seja uma peste bubônica que, ao primeiro sinal, a gente precisa sair correndo e entrar no primeiro tubo de tinta que vir pela frente. eu fiquei sendo zoada de grisalha um tempão até resolver pintar, ó esse post, hahaha].

A primeira tentativa foi ficar super loira: odiei e o cara fez tudo errado, torrou os fios e estou até hoje sofrendo com eles. Esperei uns dias, com medo de ficar careca, e passei um tonalizante por cima pra ‘quebrar’ o loiro branco e assim vive alguns meses. Mas, claro, os fios brancos continuaram a crescer. Tentei usar o spray clareador do John Frieda enquanto estava nos EUA mas o cabelo começou a ficar com uma cor bizarra, meio avermelhada, hahahaha.

Esperei uns 3 meses pro John Frieda acalmar no cabelo e aí, em janeiro, o Didier (lá do Proença) operou o milagre do meu cabelo: um pouco de luzes nas pontas, mas não muito claras e beeeem fininhas, e raiz sem brancos com tonalizante (ele usou um da Keune, vou perguntar qual é exatamente). Desde então tô tão feliz com a cor que nem penso mais sobre ela – esse é o grande sinal de que as coisas vão bem pra mim, hahahah. CLARO que tonalizante não cobre os brancos 100%, mas eu prefiro ter um pouquinho deles aqui comigo a escurecer bastante o cabelo – acho que não tem um jeito de ficar sem branco nenhum e com o cabelo loiro médio. E eu gosto de luzes nas pontas, não gosto muito (em mim!!!) na raiz e, claro, o Didier é super foda e conseguiu chegar numa cor ótima, sem marca entre raiz e comprimento.

O único lugar, de verdade, em que os brancos sempre me incomodaram é na raiz e, principalmente, na franjinha – que fica bem no meio da minha cara e eu sofrooooo! Hahaha. Mas agora tô super feliz. Já tem mais de um mês que pintei e a raiz tá crescendo exponencialmente, mas como a cor é bem próxima da minha cor natural tá tudo certo, só eu reparei, hehe.

Dá pra ver a cor do picumã também  no post do cabelo podrinho e no desafio da semana. Amanhã vai entrar um vídeo (uebaaa!) e aí vocês verão o cabelo em movimento, hehe. 🙂

E aí? Cor aprovada?

2 comentários em “A Cor Do Meu Cabelo”

  1. Leticia Brito

    Melhor cor e corte da sua vida…Se apega!!!!!!! rs.
    Tá muito linda e principalmente…tá muito VOCÊ! 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.