Comprar no Free Shop Vale a Pena?

Captura de tela 2013-11-08 às 20.43.33

Começo já falando que sou a pior pessoa de Free Shop. Como tenho terror de avião eu já chego no aeroporto querendo ir embora, haha. Quando estou embarcando já tô no mood pânico e não consigo olhar absolutamente nada, fico tão nervosa que tudo me irrita. No desembarque eu tô exausta, com dor de cabeça, enjôo, vontade louca de sair do aeroporto… mas é nessa hora aí que eu tento dar uma paquerada no Duty Free. Haha.

Dessa vez eu precisei deixar para comprar algumas coisas em Guarulhos [na volta!] porque eu já tinha enchido todas as minhas 2 malas de 32 kg + minha mala de mão + bolsa pessoal. Hahaha. Voltei de NY com as malas 100% cheias, sem caber nem um palito de fósforo em nenhuma delas. Daí, tive que deixar pra comprar chocolates, bebidas e algumas encomendas de make que não deu tempo/não achei lá (se eu tivesse cobrado 5 dólares por cada coisa que eu trouxe pros outros eu acho que pagava minha viagem todinha, hahaha. Brinks!).

Mas, assim, valer a pena, não vale! Se eu tivesse me organizado melhor eu teria comprado tudo nos EUA. Isso porque o Free Shop brasileiro (junto com o argentino) é um dos mais caros do mundo! Li uma reportagem onde o responsável pela importação culpa o frente e mais um tanto de taxas pro governo brasileira. Porque, sim, ele é isento de impostos de importação mas ainda precisa pagar alíquota sobre o faturamento, coisas trabalhistas e sei lá mais o quê. [fonte: Veja]. Confesso que desconfio um pouco, porque, sim, o nosso país é surreal na tributação, mas a gente também é bastante explorado por quem importa produtos porque eles sabem que a gente compra mesmo.

Da minha experiência posso dizer: um batom MAC custa 15 dólares nos EUA e 22 no Duty Free brasileiro [não aparece na lista de marcas no site, mas tem sim!]. O rímel Hypnôse Drama custa 27 dólares na Sephora e 32 dólares em Guarulhos. Enfim, só uma comparação rapidinha pra você ver que não é nem pra cogitar deixar pra comprar no Free Shop. Aliás, agora no final de outubro, quando eu voltei, o Duty Free de Guarulhos estava passando por reforma e estava horrível, um monte de prateleiras vazias, umas atendentes que não sabiam nada das maquiagens [deviam me contratar! haha] e super mal educadas. E isso é mesmo sempre um risco, vai ver você deixa pra comprar uma coisa no aeroporto e chega lá e não tem. Super comum!

Por outro lado (:D) tem coisas que, de repente, você não vai encontrar no seu país de destino e vai valer mais a pena comprar no Duty Free que deixar pra comprar no Brasil, mesmo. Por exemplo: a melhor marca de esmalte na minha opinião é Bourjois. Acho, sinceramente, que é a marca onde o esmalte dura mais tempo, seca mais rápido e tem o melhor custo benefício – tenho uns 6 esmaltes Chanel porque sou dessas loucas psicopatas viciadas, mas descascam rápido, fica sem brilho em 2 dias e custa os dois olhos da cara, mesmo na França! Mas, sim, tem as cores mais lindas do planeta…

Enfim, voltando ao Bourjois, eu não achei essa marca de esmalte pra comprar em NY [aliás, mistério, alguém sabe se tem?!] e deixei pra comprar no aeroporto de propósito, porque eu já sabia que tinha. Cada um custa 9 dólares e acho que vale cada centavo, são excelentes! Vou fazer um post sobre todos os esmaltes que eu gosto, podexá.

Outra coisa que é legal ficar de olhos são nas promoções do mês. Eu comprei uma caixinha com 2 rímel da Revlon (suuuper bons!) + um lápis de olho preto (que não testei ainda) por $25 dólares. Cada rímel sozinho custava $29, ou seja, arrasei. Hahaha. É isso, sempre tem promoções, veja se interessa.

Dica final: olha sempre no site do Duty Free o que tem e quanto custa. Não é completo mas já dá pra ter uma idéia. E, no mais, toma um dramin e durma a viagem inteira. Prometo que, não importa pra onde você estiver indo, todas as maquiagens vão ser mais legais na gringa que num aeroporto feio, frio, insosso. Hahaha.

4 comentários em “Comprar no Free Shop Vale a Pena?”

  1. Leticia Brito

    Eu fiquei apaixonada pelo Duty Free do aeroporto de Barajas em Madri; passei por lá por conta de uma conexão. Comprei muita coisa, pq os preços em euros eram mais caros; achei q valeu a pena! A atendente da MAC era uma espanhola muito linda e fofa. Mas dos outros stands achei meio metidos, rs.
    Mas achei q valeu bem à pena =)

  2. Adorei, eu também não sou a maior fã de free shop, mas admito que as vezes encontro algumas promoções interessantes, principalmente no aeroporto de Munique – já comprei uns “kits” Bobbi Brown e fiquei bem satisfeita… mas só esses kits mesmo… eu gosto de comprar no stand da MAC do aeroporto de Amsterdam – por onde eu tenho voltado nos últimos 3 anos -e sempre vale a pena… em SP eu NUNCA comprei nada… só olhei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

assine a newsletter farage.inc ❤

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

thais farage

CNPJ: 14 552 312/0001-12 | Farage Inc
2021 © Todos os direitos reservados.