Consultoria de Estilo: 6 Dicas Para Aprender a Desapegar!

Um armário abarrotado só serve pra uma coisa: te fazer usar a mesma roupa todo dia. Todo mundo que tem armário lotado vive na lavanderia buscando a calça x no varal ou a blusa y que estava pra passar. É um clássico, somos todas iguais, haha.

Já um armário bem editado, bem pensado, onde você consegue enxergar tudo que tem – e se re-apaixonar pelas peças que você já tem! – rende milhões de looks, desperta a criatividade e faz a gente mais chique. Além de ficar mais fácil notar o que tá faltando.

consultoria de estilo desapega

Então vamos lá, deixa de preguiça e vamos desapegar:

* Para Doar

1- Separe as roupas que você ama mas já usou demais, que estão mais desgastadas, que ainda podem ser usadas por um ser humano, com dignidade, mas que talvez não valha dinheiro. O que quero dizer: NÃO vale roupa com furo, rasgada, bijuterias quebradas, calcinha velha… essas vão pro lixo, peloamor. Mas vale doar roupa que perdeu um pouco a cor, sapato que já está com o couro desgastados, enfim, roupas ainda estejam em condições de uso!

Roupa velhinha detona muito o visual e deve ser substituída – lembrando que substituída significa: achar outra que faça a mesma função e não tentar achar uma exatamente igual, porque isso é boring e difícil, haha.

2 – Algumas coisas são mais difíceis de vender, por exemplo: pijama e roupa de academia. Aliás, pelo amor de deus, se você dorme com camiseta de político da eleição passada pode ir agora dar um jeito de jogar isso no lixo, agora! Vai que eu tô olhando! Hahaha. Você não merece isso, e eu juro que dá pra dormir confortável sem ser descuidada. Não precisa ir dormir de renda e seda, mas pijaminha de algodão, por exemplo, já é mais legal.

* Para Vender

3 – Roupas que não te servem mais. Não dá pra ficar guardar um armário inteirinho tamanho 34 se agora você usa 40. A gente só vive hoje, pode ser que você nunca mais volte a usar esse tamanho e, enquanto isso, as roupas tão lá, ocupando espaço e contaminando a energia. Vale o mesmo pro contrário! Se você emagreceu pra caramba acho que vale a pena vender o que você comprou e usou pouco tempo porque mudou de manequim. CLARO que tem exceções. Por exemplo, eu! Hahaha, tô grávida e não vou doar/vender todas as minhas roupas 36, gravidez é temporário e eu tenho fé que voltarei às minhas roupas. Mas, sim, já coloquei pra vender coisas que eram tamanho 34. Duvido que eu vá pesar tão pouco de novo na vida – nem desejo. Bom senso sempre!

4 – Tá no seu armário há mais de um ano, passou por todas as estações e você não usou nenhuma vez? Pode desapegar! Exceções: vestido de festa, casaco de neve, biquini e roupas especiais. Sim, pode guardar peças queridas, eu reconheço muito peças com história, hahaha, mas não vale arrumar um amor pra cada coisa que você tem! Separa uma meia dúzia e tá de bom tamanho. Ah! Roupas que só usamos em casos especiais (casamento, neve…) devem ser guardadas separadas, onde você mexe menos. Libera espaço aí pro que, de fato, você precisa enxergar todo dia!

5 – Peças que não fazem mais sentido na sua vida. Por exemplo: tenho uma cliente que trabalhava muito de salto, todo dia, mas odiava. Agora que teve filhos trabalha de casa e nunca-mais-na-vida quer pensar em pé sofrido. Nesse caso o melhor é vender 90% e guardar só os melhores pra festas ou dias em que der saudade de salto alto. Me citando de exemplo de novo, quando eu fazia cinema usava muita legging, hoje em dia não faz mais sentido na minha vida, nem sou fã e nem preciso usar. Vendi e doei todas!

Vale também pra quem mudou de cidade; morava em uma cidade que fazia um frio do cão e agora mora em Fortaleza, sei lá. Vai ter que re-adaptar o guarda roupa, não vai ter jeito. Vende as coisas de frio, as mais pesadas, e usa o dinheirinho pra comprar coisas de verão. 😉

6 – Roupas que você pagou caro e/ou comprou a pouco tempo mas odeia. Gente! Não se odeie, não use roupas que você não goste, seja sua amiga e não se torture. Comprou errado, paciência, agora vende! O que não dá é pra deixar a roupa mofar no armário. E, depois olha lá o post pra aprender a comprar melhor e não passar mais por isso ;)t

É isso, dicas rápidas, bora colocar em prática. :))

Captura de tela 2014-05-22 às 16.59.50

6 comentários em “Consultoria de Estilo: 6 Dicas Para Aprender a Desapegar!”

  1. Thaís Zeoula

    Thaís, a cada dia admiro mais seu blog!
    Amo roupas, me sentir bem vestida, enfim, adoro dicas de moda! Eu sou meio desorganizada e essas dicas me ajudam muito, principalmente a parte das peças que ficam no armário há mais de um ano sem serem usadas. hahahaha!
    Também estou adorando acompanhar seu diário de grávida, pois sou mãe de um menino de 03 anos… me identifico com suas experiências.
    Desejo um sucesso cada vez maior para você e uma gravidez muito iluminada!!!
    bjs

  2. Thais, que blog ótimo!!!! Você é ótima!!!!
    Te “descobri” hoje e estou lendo os conteúdos lá para trás.
    Temos muitas coisas em comum: beleza,moda,cosméticos asiáticos, temos a mesma idade e somos mães! Tenho dois meninos, um com 7 e outro com 5, minha dupla: reboco e massa fina! 😀
    Que você tenha uma gravidez com muita saúde e muita inspiração nessa vida!

    Felicidades!!!Beijos!!!

  3. Adorei. Mas o meu apego maior não encontrei aqui: usar pela primeira vez roupas novas (e mais caras). Fico com pena! Por mais que eu saiba que poderei comprar outras roupas novas quando precisar, bate aquela síndrome de pobre que diz que eu preciso poupar a roupa nova… enfim, eh um sofrimento!

  4. Amo seus posts! Como ajuda!
    Você é estilosa e inteligente. É isso aí!
    Pena que não descobri seu blog antes.
    Continuarei por aqui.
    Beijos!

  5. Menina, pensei hoje que você poderia dar umas diquinhas rss….. sou bem desapegada e dôo tudo. Mas confesso que algumas coisas ja fizeram moradia no meu armario. Tipo um vestido periguete, nada a ver com minha pesssoa que não sei pra que comprei
    Enfim…..
    Pode dar dicas sempre que nós agradecemos 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.