Consultoria de Estilo: Roupas Baratas, Cara de Ryka!

Tô cheia de posts sobre consultoria de estilo esses dias porque tô trabalhando super (ueba!) e quanto mais clientes eu tenho mais eu percebo que há dúvidas que são universais e que há técnicas fáceis e simples que podem ajudar todo mundo!

Gosto de dividir um pouquinho do ‘treinamento’ aqui com vocês e também de deixar registrado para as clientes que gostam de voltar e repensar sobre o que conversamos nas lojas, nos looks, na revitalização do guarda roupa…

Portanto, lá vamos nós! Hoje vou dar dicas fáceis para fazer uma roupa baratinha parecer mais cara, ter mais valor de compra ou, como a gente diria em cinema, ‘high production value’ – em português: alto valor de produção (gastando-se menos do que parece que foi gasto). Hehe.

[prólogo: as dicas a seguir são DICAS, não regras. São coisas legais pra gente saber, pensar e, sim, burlar. Se você sabe que tecido natural é, a grosso modo, melhor que tecido sintético, é claro que você consegue comprar melhor uma roupa de tecido sintético (se você precisar) que alguém que não tem essa informação. Conhecimento sobre moda a gente usa a nosso favor e não pra nos amarrar e engessar, certo?! <3 As dicas são especialmente boas para quem compra online, por isso fotos da Asos, com quem não tenho parceria nenhuma, nada, zero.].

Dica 1 – Linhas e caimentos simples

É claro que quanto mais sofisticada a modelagem, o corte e o caimento mais chance tem de alguma coisa dar errado. Não acho que simples = fácil. Normalmente o simples bem executado e perfeito é quase impossível de ser alcançado, mas certamente cortes menos elaborados ‘escondem’ melhor os problemas e defeitos. Sendo assim, se for pra comprar uma calça jeans baratinha, é melhor escolher um modelo mais clássico, com menos invenção de moda e, de preferência, em um tom de jeans escuro. Se for comprar uma calça de alfaiataria também, se for comprar camisas, que tal olhar com carinho as que são bem clássicas, sem bordado ou bolsos fora do lugar?! (eu curto até olhar a seção masculina que, normalmente, é mais sem invenção!).

roupa barata x roupa cara 1Calça jeans escura Asos $31.42 – pouca chance de erro! | Calça preta com zípers Asos $79.98 – muito mais chance de ter acabamentos feios e detonados. Em foto é impossível saber e em compras onlines eu acabo arriscando menos!

Dica 2 – Menos é mais

Menos brilho, menos paetê, menos cores escalafobéticas. Aplicações precisam ser feitas com muita, muita, muita qualidade (ou cai tudo na primeira lavagem!), bordado precisa ser rico! Afinal, o charme dele é justamente a característica artesanal. Cores muito vibrantes vão desbotar com muita facilidade se o tecido não tiver sido bem tingido. Resumindo: menos é mais em lojas com qualidade mais duvidosa. Tipo Zara, hahaha.

roupa barata x roupa cara 2Vestido Preto Asos $38.09 – pouco detalhe sempre me soa mais ryko | Vestido todinho de paetê Asos $85,69 – 100% poliéster, pouca chance de ser lindo de perto.

Dica 3 – Evite os tecidos ‘falsificados’

Não tá rolando comprar um vestido de renda que seja feito com material de primeira? Melhor optar por um tule, de repente, que é mais barato e tem mais chance de ser bom. Comprar produtos com ‘tecidos imitação’ é sempre um tiro no pé. Uma vez comprei uma imitação de cashemere e pinico até hoje só de lembrar da roupa!!!!!!

Mas, se você tá arrancando os cabelos da cabeça porque pre-ci-sa de uma renda/seda no guarda roupa e não tá sobrando grana pra investir em um produto bom de verdade (#quemnunca) a dica é: menos é mais, de novo! Hahaha. Escolha as peças que terão apenas detalhes em renda/seda/seja lá o que for ao invés de comprar um item todinho feito com o tal material falso. Seda falsa costuma ser pavorooooooso.

roupa barata x roupa cara 3Vestido com detalhe que remete a renda/romantismo Asos $55.22 | Vestido todinho de renda Asos $114.26 – e parece mil vezes mais ‘pobre’ que o anterior!

Apenas um PS: hoje em dia tem muito couro ecológico/couro falso que é bonito. Acho que o legal é não tentar parecer o que não é, couro ecológico parece couro ecológico e é lindo dentro da proposta dele [normalmente peças mais descoladas]. Couro falso que quer parecer couro de verdade é meio perigoso, mas já vi rolar [eu tenho jaqueta de couro falso, por exemplo, haha]. Enfim, vale olhar com calma e ponderar na frente do espelho.

Dica 4 – Estampas clássicas x Estampas complicadas

Uma peça listrada, por exemplo, vai ser sempre uma escolha mais ‘segura’ que uma peça com estampa complexa. Tô chamando de estampa complexa prints de florzinha/borboleta/coisas pequenininhas ou ainda aquelas que mistura muitas cores ou textura e o pior de todos: aquelas que imitam uma outra estampa que já existe e é muito conhecida: como fazem muito com o xadrez da Burberry ou com os prints da Totem. Não cola!

A dica é: escolher estampa com duas ou três cores (de preferência nada muito fluorescente, hehe), olhar se, nas costuras, as estampas se encontram e continuam em harmonia ou se a blusa listrada fica toda torta ao longo do corpo (!!!!!!), evitar coisas que brilhem demais – porque quando lavar a roupa vai desbotar, no caso de o brilho ser intencional, ou porque o tecido é tão sintético que tem aquele brilho feio! Legal também dar preferência para as estampas que são pioneiras há séculos: litras, pied de poule, xadrez, risca de giz, floral liberty…

roupa barata x roupa cara 4Estampa RYKA! Asos $53.32 | Estampa complicada (hehe) $45.70

Dica 5 – Caimento no corpo

Essa dica é a que as minhas clientes mais sofrem pra aceitar no coração, hahahaha. Todo mundo odeia mandar roupa pra ajustar, eu sei, mas, sem dúvida, um caimento perfeito no corpo é o que mais faz diferença na sensação final do look. Se a calça precisa de bainha, se o blazer tá caindo do ombro, se a manga do casaco tá maior que o seu braço, se a calça tá esturricada… é tragédia! Pode ser Chanel que vai parecer ruim, pode ter custado 3 milhões de dólares que vai ficar feio.

Portanto, desculpa gente, mas fazer pequenos ajustes nas peças faz elas valerem (ou não) a compra. Claro que tô falando de ajustes que dão certo, não tô falando de comprar uma roupa e mandar reformar inteirinha! E, sim, vale pensar em quanto ela custa + preço do ajuste antes de arrematar a compra.

2 comentários em “Consultoria de Estilo: Roupas Baratas, Cara de Ryka!”

  1. Pingback: 26 dicas espertas para acertar ao comprar em lojas online | Synd Feed

  2. Thaís, TODAS as roupas que compro atualmente mando ajustar. Não consigo mais comprar uma roupa que tenha caimento perfeito . Não tenho grana para investir nas grifes internacionais que gostaria e as grifes nacionais que compro (FARM, Ecletic, Totem), sempre precisam de algum ajuste, bainha, cintura etc. Vou SEMANALMENTE no meu costureiro de ajustes, ele já me espera hauahuah

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.