Eu testei: Wonder Pore Clay Clear Mask

Eu nunca fui muito do time das máscaras faciais: sou preguiçosa. Acabo esquecendo de usar de novo, aí não vejo resultado e largo pra lá. Isso até eu comprar essa máscara da Etude House e ficar completamente viciada. Etude House é uma marca sul-coreana e pertence ao grupo Amore Pacific.

A máscara vem em uma embalagem super bonitinha e conta com uma mini espátula para facilitar a aplicação – não é bom pros cremes colocar a mão diretamente no pote, não sei porque mas sei que não pode. Hehe. A máscara promete 7 coisas: *balancear o PH da pele, *melhorar a textura da pele, *diminuir os poros, *limpar os poros, *diminuir a oleosidade, * hidratar, *manter a elasticidade dos poros (não sei o que é isso! alguém?!). Sempre acho que as marcas asiáticas querem abraçar o mundo e prometem demais. Mas, cara, eles cumprem, é surreal.

1
Embalagem fofinha, né? Parece Benefit!

Não preciso mostrar foto de como usar, né?! Não vou submeter vocês a vergonha alheia de ver foto minha com a cara melecada de máscara de argila. 😉 Mesmo assim vou dizer que quando a máscara seca parece que o rosto está engessado, é uma sensação esquisitinha, mas sou do time que acredita que o creme tá funcionando se ele pinica, endurece, queima, sei lá, se não sinto nada eu desconfio. #aloka. Você nunca fica em dúvida se a máscara já secou, quando você começar a ficar desconfortável é que está na hora de enxaguar.

Acho a consistência aerada muito aflitiva, confesso. Parece um Suflair de argila, hahahahaha.

2
Oh a textura em detalhe.

De maneira geral, eu não acredito em milagre pra diminuir poros, acho que é um dos maiores desafios dos dermatologistas e dos cosméticos, porque é dificílimo. Tem uma coisa de limpeza, tem o fator genético e a gente quer é ficar pele de barbie, zero poros! Hahaha.

Portanto, eu  não esperava um milagre, não, mas todas as vezes em que enxáguo o rosto (com água morna) os poros estão visivelmente melhores, é muito amor! Poderia ser só uma ilusão de ótica mas o rosto fica muito muito muito limpo e ‘calmo’. Sabe como? Aquela pele mais uniforme, com menos vermelha e lisinha.

Tenho usado duas vezes por semana, como recomenda a bula (que, claro, eu traduzi no google translator hahahaha). Eu comprei a máscara no Ebay  por $15,99. Já comprei também o restante dessa linha e confesso que tô obcecada com a vibe ‘Wonder Pore’. Recomendo muito!

0 comentário em “Eu testei: Wonder Pore Clay Clear Mask”

  1. Ananda Barros

    Olá Thais, esse creme funciona mesmo ou parece que funciona, mas acaba não funcionando?

    adorei seu blog.

    Beijos

    1. Thais Farage

      É uma máscara, né? Não é um creme… eu achei que funciona bastante, deixa a pele bem limpinha. Mas produtos de limpeza pra pele não fazem milagre e máscara também precisa ser usada com frequência. Mas eu adoro, acho ótimo! :))

  2. Bem, eu já sou chegada a soluções mais radicais… rs. Este mês comecei a fazer um tratamento de “luz pulsada”. Serve pra tudo isso aí que foi citado: tirar manchas, diminuir os poros, diminuir a oleosidade e ainda funciona como tratamento antiidade. Já na primeira sessão (semana passada) percebi a diferença: os poros do meu nariz diminuíram visivelmente, a minha pele está mais clara e com muito mais viço. Na quinta vou fazer a complementação: um peeling de melanesse, para intensificar os resultados. Tem que fazer 1 vez por mês, por alguns meses. Estou pagando R$250 (com luz pulsada + pelling) por sessão numa clínica na Tijuca, recomendada por uma amiga. Estou amando, super recomendo.

    1. Thais Farage

      Então! Eu já fiz algumas sessões, mas era muito caro, ai parei. Fiquei com inveja do seu contato na tijuca hahaha. Atende sábado?! 😀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

assine a newsletter farage.inc ❤

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

thais farage

CNPJ: 14 552 312/0001-12 | Farage Inc
2021 © Todos os direitos reservados.