Maquiagem e Caracterização em “Os Miseráveis”

Na minha modestíssima opinião, esse ano o Oscar tá muito fraco. Mas eu sou brasileira e não desisto, acabei vendo todos os filmes e aguardo ansiosa o dia 24/02. Sendo assim, semana passada  fui assistir “Os Miseráveis”: 90% por causa da Anne Hathaway, que eu acho foférrima e outros 10% pela minha mania de Oscar, é vício, não tem jeito.

Eu adoro musical, adoro filme ryco com multidões pra cá, figurinos de época pra lá… mas quando vi o trailer já fiquei com preguicinha. Com 5 minutos de filme eu já sabia exatamente onde iríamos chegar e 2h40 podia facilmente ter virado 1h30; mas ok, vamos ao que interessa: a maquiagem é foda, linda, sensacional, impecável.

Três coisas me impressionaram muito: as caracterizações, a maquiagem das prostitutas e o bom humor na maquiagem da Helena Bonham Carter e Sacha Baron Cohen.

hugh jackman
Na primeira fase eu nem reconheceria o Hugh Jackmann, na segunda já bonitão e mais velho na terceira fase.

Para a primeira fase do Jean Valjean cicatrizes foram colocadas no couro cabeludo para parecer que o cabelo tinha sido arrancado a força (ui!), uma dentadura foi feita para parecer que os dentes estavam podres, uma lente de contato para deixar os olhos vermelhos e cheio de veias. O filme é cheio de câmera próxima e o povo canta com a boca bem aberta hahahaha dá pra ver bem direitinho os dentes. A Fantine (Anne Hathaway) tem um dos dentes arrancados e, confesso, que quando ela começou a cantar eu pensei “vixe, esqueceram que ela tem que estar banguela”, mas não, não esqueceram. A boca tinha sangue que dava a sensação real de um dente faltando, além dos outros estarem super amarelados e nojentos. Mínimos detalhes que, no fundo, fazem todo mundo acreditar mais na história.

fantine
Fantine começa o filme linda, cabeluda e fica pobre, careca, sem dente e muito doente. Detalhe do dente de Anne Hathaway pintado, fingindo sangue (que noooojo!)

Gosto muito, muito, muito da linguagem estética das prostitutas. A maquiagem bem caricata, o rosto brancão, uma bolinha de blush e a boca com batom só no centro. Achei um jeito divertido de caracterizar as mulheres que já estavam em um cenário feio, sujo, escuro e com o figurino puído. No mesmo bom humor está a maquiagem do casal Thénardier. (Já disse que amo a Helena Bonham Carter? Amo! Ela é sempre esquisita, sempre. Nos personagens, no Oscar, na vida, hahaha como não amar?) No filme eles são um casal meio do mal, meio engraçado que serve pra dar uma leveza pro filme. Os figurinos sempre entulhados, dez mil sobreposições, muuuita maquiagem, peruca, óculos, coisas emboladas no cabelo. Amei muito! A composição de cores dos figurinos do casal, por si só, já merecia um Oscar.

Thénardier
Casal Thénardier
Captura de tela 2013-02-11 às 18.04.05
As prostitutas

 

 

Confesso que não achei fotos melhores das prostitutas, quando achar atualizo.

E, pra terminar, super indico esse vídeo. É uma entrevista com o Tom Hooper (diretor do filme) e com a Lisa Westcott (hair e makeup designer) que contam como foram feitas as principais interferências nos rostinhos musos de Anne Hathaway e Hugh Jackmann.

0 comentário em “Maquiagem e Caracterização em “Os Miseráveis””

  1. Les Thérnadiers: zzzzzzzz.

    Eu odiei o filme, pra mim o pior dos 9, mas amei também as opções do Paco Delgado, bicha em ascenção na indústria e nos nossos corações desde Má Educação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

assine a newsletter farage.inc ❤

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

thais farage

CNPJ: 14 552 312/0001-12 | Farage Inc
2021 © Todos os direitos reservados.