MTDF em NY: Estudando Moda…

Acho que esse é o post mais pedido desde que eu vim pra cá, hahaha. Eu tava enrolando pra fazer porque ainda tenho coisas a serem definidas. Mas vou fazer assim mesmo e, se alguma coisa mudar, eu venho aqui e faço um update, tá?

Vou contar uma histórinha rápida: todas as vezes na vida que viajei eu estudei também, menos quando morei aqui nos EUA  – que vim para trabalhar. Então pra mim era muito natural querer fazer algum curso relacionado a moda aqui em NY. Primeiro porque decidi que quero mesmo migrar para essa área [cês pediram um vídeo sobre o assunto, farei quando voltar pro Brasil, tá?!] e segundo porque eu tenho um blog, afinal de contas, que eu quero que seja cada dia melhor. E eu gosto de estudar. Tem gente que odeia, eu gosto.

Daí comecei a pesquisar o famoso curso de 1 mês na FIT, eu sei que um monte de blogueiras já fizeram e eu fiquei curiosa para fazer também. Você pode escolher o curso pela internet – o site deles é uó, mas o link pros cursos é esse aqui, lembrando que você tem que escolher um ‘non credit course’ – fazer a inscrição online e aparecer só no dia da aula. Maravilhoso, certo? Pois é, mas aí começaram meus problemas.

Eu queria fazer o curso de Styling, durava um mês, com uma aula por semana mas eu perderia a primeira por conta da minha data de chegada. Antes de fazer a matrícula, liguei para e escola e expliquei que queria muito fazer o curso mas que eu ia perder a primeira aula, que não consegui alterar a data da minha chegada e se eu podia fazer essa primeira aula com outra turma, sei lá. A mocinha no telefone foi MUITO grossa [e eu falo inglês bem direitinho, não foi um mal entendido], disse que não era problema dela, que não só eu não podia fazer essa aula com outra turma como a professora não iria poder ‘perder tempo’ me dizendo o que foi dado na primeira aula. Não me matriculei, óbvio.

FIT_1

Aí comecei a pensar melhor: são 4 aulas, cada uma de 3 horas. 12 horas de aula, na melhor das hipóteses – porque tem ainda um intervalo que a secretária não soube me informar de quanto tempo. Sei lá, achei que era meio bobagem. Vou ser muito sincera, do fundo do meu coração: se eu fizesse esse curso ia ser só para chegar no Brasil dizendo que eu fiz. Juro. De verdade, não acho ele seria suficiente PARA MIM. Essa é a minha humilde opinião, gente, não é regra, não é uma verdade universal, é só o que eu acho.

Tem outros vários cursos lá mas o único que, de verdade, eu queria fazer era esse. Ele não custa uma fortuna, não, 300 dólares – aproximadamente R$700. Mas achei que pra mim, hoje, agora, era uma bobagem sem fim. Eu não tenho mais idade [e nem dinheiro] para fazer cursos mais ou menos, cursos para colocar no ‘currículo’ ou para falar que fiz. Sou uma mocinha de quase 30 que quer mudar de profissão. Isso é muito sério e envolve investir dinheiro no lugar certo, em coisas que farão diferença na minha vida. Eu queria um curso todo dia, sabe? Uma coisa intensiva, que fosse fazer valer.

Tá e aí que fiquei em crise de que não iria estudar nada! Juro! Hahahaha. Sofri e pesquisei mais mil coisas e nada batia o horário, nada era só de um mês…. Sendo assim, resolvi fazer coisas simples mas que acredito e que tenho amado! São elas:

* Fashion in Art no Metropolitan. É uma aula que acontece todo dia de tarde no museu e é in-crí-vel. Não sei quanto tempo vai durar ainda, porque é temporária, mas vale muuuuuito a pena. A aula é de graça mas você precisa ter a entrada do museu [$25 inteira e $12 a meia].

* Fall Fashion Lectures da Pratt. Pratt é uma universidade phyna que tem curso de moda. No outono eles fazem umas palestras super legais, com discussões e pessoas interessantes. Vou hoje pela primeira vez e depois conto se curti.

* Tem ainda o museu de moda da FIT e no MET uma exposição sobre textiles.

Pode ser que role ainda outras coisas mas, resumidamente, é isso. Aceito sugestões, críticas e opiniões – todas educadinhas, gente. Hahahaha.

Ahhhhhh, esqueci de contar que chegando aqui em NY eu fui lá na FIT conversar de novo e ver o que podia rolar, se eu escolhia outro curso, sei lá. Foi um drama! Demorei um século para conseguir uma informação decente, só me mandavam pra lugar errado – são vários prédios! Quando finalmente fui atendida pela pessoa certa ela estava: sentada, olhando fixamente para o computador, comendo pipoca de boca aberta e me jogou, literalmente, o livrinho com os cursos disponíveis e continuo sentada, sem responder a nenhuma pergunta que fiz. Numa boa, eu não quero estudar num lugar assim. Nada, nunca, por uma simples razão: eu não sou desse mundo! Desculpa, mas não vou investir meu suado dinheirinho em um lugar que trata as pessoas desse jeito.

A verdade é que tô achando que vai fazer muito mais sentido PRA MIM fazer um curso mais longo no Brasil. Tem muuuita coisa legal  em SP, já pesquisei milhares e agora preciso me decidir… Eu sei o peso que tem em um currículo falar que fez um curso fora. Mesmo que seja um truque, mesmo que você não tenha aprendido nada! Mas eu não tenho mais idade pra isso, meu currículo hoje em dia importa muito menos do que eu de fato sei, como conhecimento.

0 comentário em “MTDF em NY: Estudando Moda…”

  1. Acabei de te mandar um email e já vou comentar aqui! ok, esse post é de 2013 e não sei o que você acabou fazendo da vida. Mas eu acho que a Oficina de Estilo é top, e tem toda uma filosofia que é o que tá em alta no Brasil por trás. [Digo no Brasil porque moro em Buenos Aires e aqui todo mundo já tem auto estima alta – pausa pro riso- , não dá pra vender consultoria com esse apelo, mas tá, esse é outro papo!]
    Eu estudei no IRCNY e paguei uma fortuna, por um curso de imersão = 5 dias. Hello, custa 3 mil dólares e estou longe de ser rica. Mas foi bem nessa de ter titulo internacional blá.

    No FIT fiz vários cursos isolados, e desses vários os mais legais que fiz foram relacionados a cor. Com o Ben Gomes, que é um senhor bem antipático mas genial. Me ensinou muito. Foi o único. Alguns eu desisti no meio do caminho porque não levavam a lugar algum.

    Bom, como esse post é velho quero notícias sobre o que aconteceu depois ok!? Como anda tua formação em consultoria? Beijao, Lígia

  2. Mandou muito bem nas escolhas, Thais. A FIT me pareceu uma vibe universidade federal, tô louca? Na Unirio e na UFRJ pelo menos sempre foi assim comigo, rs.

    E achei esse curso do Metropolitan bem promissor, hein? Bem do tipo de coisa que seria mais difícil de encontrar no Brasil. 🙂

    1. Thais Farage

      A vibe da FIT, que eu senti, é meio turística, sabe? Curso pra quem quer falar que estudou em NY sem, de fato, precisar estudar muito. Posso estar sendo injusta por ignorância, mas foi o que senti!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

assine a newsletter farage.inc ❤

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

thais farage

CNPJ: 14 552 312/0001-12 | Farage Inc
2021 © Todos os direitos reservados.