Musa de Verdade – Eli Iwasa

A Eli é uma amiga super querida, DJ mega master ótima (e chique e famosa e hype e tudo mais…) e que mora em Campinas. Ela também é uma das proprietárias do Club88 – clubinho super legal de música eletrônica (confere Eli? sou muito topeira no assunto, hehe), tô devendo uma visita mas irei muito em breve. :)))

Enfim, tudo pra dizer que, desde que eu conheço a Eli, eu acho ela musérrima! Hehe. Sempre linda, sempre super bem vestida, querida e talentosa. Não tem combinação melhor. ♡♡♡ Na entrevista ela conta sobre a carreira, beleza, estilo, tatuagem…. vem ver!

Eli -20

Eli Iwasa por Ivan Shupikov PB2

eli-2

Captura de Tela 2013-08-19 às 12.45.20

photo

1 – Como começou a sua carreira de DJ e quando você percebeu que era isso que você queria fazer?

Minha primeira gig oficial foi em 2001, em um club chamado Absinto, na noite que o Pet Duo mantinha residência. Sempre amei música, colecionava discos e CDs desde adolescente, e quando comecei a ouvir música eletrônica, foi muito natural que começasse a comprar músicas do estilo e querer conhecer profundamente o estilo que tanto me inspirava. Tocava em festas nas casas de amigos, mas demorei muito para estrear profissionalmente. Eu tinha um projeto de muito sucesso no Lov.e Club, o Technova, e nunca tinha pensado que um dia poderia ser uma DJ profissional, isso era algo tão distante para mim na época.

2 – Conta do dia que você conheceu o Kurt Cobain? Hahaha Morro de inveja! <3

Quando tinha uns 16, 17 anos, havia um grupo de meninas (e meninos também, vai!) que sempre se reunia nos hotéis onde as bandas se hospedavam. Foi uma época de muitos shows no Brasil, e festivais como o Hollywood Rock e o Monsters of Rock. De vez em quando, alguma amiga produtora ajudava com credenciais, ou ficávamos hospedadas nos mesmos hotéis das bandas. O Nirvana veio para uma das edições do Hollywood Rock e lembro que eu estava almoçando no restaurante do Maksoud Plaza com minhas amigas, quando ele foi até ao balcão de doces que havia ali no térreo (que tinha umas bombas de chocolate incríveis). Desceu de pijamas e descalço, com a Courtney Love logo atrás. Mal sabia eu tudo o que aconteceria pouco tempo depois. Fiquei arrasada com a morte dele, mas olho para trás e me sinto muito privilegiada de ter vivido um momento tão especial como aquele.

3 – Sei que você usa muita roupa preta + batom vermelho. Além disso, o que não falta no seu closet e na sua necessaire?

Sempre brinco que meu guarda roupa é como o da Olivia Palito – você abre e parece que é tudo igual!

Eu uso muito preto porque é mais prático, e sempre foi minha cor favorita. Mas gosto muito de cinza e branco também, que vou misturando para quebrar o preto. Viajo muito, então é muito mais fácil combinar peças. Gosto muito de regatas, bem cavadas, tenho uma coleção delas, assim amo uma boa saia lápis bem cortada. Mudo o tecido, o acabamento, mas esse é o meu modelito básico para tudo – gigs, reuniões, jantares. E sempre que a ocasião permite, com um salto bem alto, e uma jaqueta de couro ou um blazer sequinho se esfriar. Eu gosto de investir numa bolsa ou num sapato poderoso, que mesmo que pareça caro, vai durar a vida inteira se bem cuidado. Compro muita roupa em lojas de fast fashion como a Zara, Top Shop e H&M, então nada como um acessório bem bacana para “levantar” qualquer produção.

A minha necessaire é bem básica, até porque nunca uso maquiagem durante o dia, e à noite uso o mínimo. Estou viciada num creme da marca francesa Embyolisse, que ganhei da minha amiga Claudinha, que hidrata, mas é quase um Primer, ótimo p/ passar no rosto antes de maquiar. Batom é sempre o mesmo, o Mac Red, que amo, e sempre uso uma sombra grafite, quase preta “Carbon” da Mac também.

4 – Como é seu dia a dia? Você consegue estabelecer uma rotina entre o Club 88 e as muitas viagens?

Gosto de acordar cedo, sempre acordo antes das 8h para deixar os assuntos domésticos em ordem: supermercado, bancos, o bilhetinho para empregada, e também aproveito essas horas para ouvir e pesquisar músicas, e deixar tudo preparado para minhas gigs da semana. Às 10h já estou no escritório do clube, e ali fico o dia todo mergulhada em emails e reuniões, muita gente não imagina o tanto de trabalho envolvido para fazer as festas acontecerem. Sim, gente! Dono de buáti trabalha muito duro! Fui obrigada a ser organizada porque quero fazer milhões de coisas ao mesmo tempo e não tem como, se eu não deixar tudo planejadinho – deixo check in dos vôos todos feitos antes de chegar ao aeroporto, case e mala prontos com antecedência, vasos de plantas aguados e aí sim, posso cair na estrada com tranquilidade.

5 – Deixa uma dica de beleza para as japas? Pode ser de maquiagem, de cabelo, pele…

As japas tem uma tendência muito forte a apresentar manchas na pele, então sempre uso um bom bloqueador solar. Uso um fator 60 diariamente, e a rotina de limpar a pele a noite, e passar o filtro pela manhã é primordial.

6 – De onde veio o desenho do seu dragão e quem fez? Você só tem ela?

O dragão foi feito pelo Ivan Szazi, que é na minha opinião, o melhor em tatuagens orientais. Demorei 30 anos para me decidir por fazer uma tattoo, então quis fazer direito! Eu só tenho ela, e sempre digo que é meu dragão da sorte, muita coisa boa aconteceu depois que a fiz.

0 comentário em “Musa de Verdade – Eli Iwasa”

  1. “Ela também é uma das proprietárias do Club88 – clubinho super legal de música eletrônica (confere Eli? sou muito topeira no assunto, hehe), tô devendo uma visita mas irei muito em breve. ” Quero ir juntaaa! Achei ela linda!!

  2. Leticia Brito

    SUPER MUSA! Tatoo fodástica.
    E ela me lembrou muito aquela heroína do filme ‘Aventureiros do Bairro Proibido’ que eu amo para sempre <3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

assine a newsletter farage.inc ❤

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

thais farage

CNPJ: 14 552 312/0001-12 | Farage Inc
2021 © Todos os direitos reservados.