Tô amando essa vibe ‘atendendo a pedidos’, hahaha… nhá, só tenho leitora linda, querida e participativa. ♡ [juro que tenho uma lista de tudo que já foi pedido e uma hora realizo todos. e, se for urgente, pede de novo?! hehe].

Pois bem, no post que eu contei sobre meu medo de avião uma leitora pediu pra eu falar sobre essa história de fazer 30 anos em 2014 – dia 9 de abril, gente, anotaí na agenda, hahaha. Eu achei super engraçado e fofo o pedido porque, confesso, já não sofro nadinha por estar mudando de dezena.

Confesso que a minha ‘crise’ de que eu não era mais adolescente bateu quando fiz 26 anos (eu estendi bastante, eu sei, hehe). Foi o momento em que deixei de ser a mais nova no trabalho e passei a ser mais uma na multidão, hahaha. Até os 25 eu sempre ouvia ‘nossa, como você é nova pra já ser produtora de objeto’ ou ‘vc tem só 25? Que novinha!’. Mas, juro, da noite pro dia acabou o espanto e eu entendi que não era mais especialmente jovem. Hahahahahaha. Virei jovem-igual-a-todo-mundo.

A crise passou, graças a deus, passou. Hoje em dia acho quase cafona ter 29 anos [hahaha aloka] e tenho certeza que vou ser muito feliz aos 30. Já falo, inclusive, que tenho 30. Eu entendo quando as minhas amigas da mesma idade dizem ‘ah, mas eu não estou onde/como eu imaginei que estaria aos 30’. Claro que não, né?! Nem eu! Quando eu tinha 15 anos achava que aos 30 já teria minha casa própria [enorme, com piscina e dois carros na garagem], um marido muso [essa eu conquistei com louvor ♡], 3 filhos e viagens semestrais para a Europa. Rá, rá, rá. Todas ri!

Eu estou em meio a uma MEGA crise profissional e não faço a MENOR idéia do que vai acontecer com ela – a crise e a profissão. Eu não tenho nenhum filho [só o Mingauzinho, nho!], tenho um carro mas mal sei dirigir [affe!] e nunca, jamais, never, imaginei que teria um blog de moda/beleza/vida/seiláeu. Claro, porque na adolescência a gente acredita piamente que ter 30 anos é ser velho e que dominar o mundo é moleza. Just do it, falou a nike na nossa cabeça por anos e anos e mais anos. A gente acreditou mas a verdade é que não, não é tão simples.

Mas tudo bem, gente. Coisa mais linda do mundo estar completando mais um ano do lado de quem eu amo, comemorando que eu tô bem, cheia de saúde, feliz, bem casada, bem amada, cheia de planos, uma vida inteira pela frente… comemorar que eu nem quero ter dois carros (tenho fé no futuro do transporte público, sou dessas), tenho sonhado em morar na Califórnia e não na Europa [só deus pode me julgar, haha] e tenho certeza que terei quantos filhos eu inventar de ter. E, quem diria, hoje penso muito em adotar.

Os cabelos brancos me incomodam levemente, não chega a ser uma peste bubônica que deve ser combatida já nos primeiros sintomas. Um fio branco ou outro na cabeça não mata ninguém, nenhum filhos de urso panda morre quando um fiapo sem cor brota no couro cabeludo. Juro! Mas não sou hipócrita, penso que se eu tiver vontade farei plástica, colocarei botox, mas ainda sofro com as espinhas [nunca imaginei..].

Resumindo, tá tudo ótimo. Quando dizem que não pareço ter 29 anos eu respondo que pareço, sim. Já vivi mais que muita gente de 40, cada um dos meus anos de vida foi cheio de aventuras e de muita luta também. Cheio de vida. Há de se ter orgulho pelos anos que passaram. Não sejamos bobas, a vida hoje é sempre melhor que ontem… e sim, é sensacional ter a idade que a gente tem, seja qual for.

E ó, ter 30 tem a melhor vantagem que se pode ter sobre os adolescentes and 20’s: a gente não fala mais tipo assim. Aleluia!

 E pra adiantar a comemoração, um tour pelos meus 20 e poucos anos… a única saudade: meu cabelo enorme de quando morei no Ceará. Mas cabelo ainda cresce depois dos 30, né? Hehehe.

thais quase 30 1 thais quase 30 2 thais quase 30 3

28 comentários em “Quase 30”

  1. Izabel Soraia

    uhahahaha suuper me identifiquei com o texto, ESTOU no momento vivendo a crise dos 26, exatamente como vc falou, não sou a mais nova e nem especial kkk só mais uma na multidão, e ainda claro, sofrendo por ter que desapegar de algumas ilusões, estar SUPER estabilizada na carreira, ter muita grana e todas as realizações possíveis, mas ok vamos vivendo.

  2. Eu tenho 27 e acho que quem disse que a coisa começa a ficar braba a partir daí talvez tenha um pouco de razão, mas minha pior crise na verdade foi a que tive no final do último ano de graduação/primeiros meses de formada. Parece que a gente nunca questiona o curso “natural” das coisas até esse momento: terminei o ensino médio, fiz vestibular, entrei na faculdade, me formei. Tá, e agora? O emprego dos sonhos que você sempre projetou pro futuro não veio, você não tem grana pra dar entrada na casa própria e sim, você VAI passar por uns perrengues até conseguir ser alguém na vida. Agora, com 27, não posso dizer que estou tão mais próxima das minhas metas, mas estou mais conformada com a realidade. Aprendi que caminhar pros 30 (eu me sinto nessa caminhada desde o ano passado) é encarar as dificuldades da vida com mais maturidade e, por que não, ter um pouco mais de generosidade e paciência consigo mesma. É debochar secretamente das conhecidas mais novas que pensam que casar é meio de vida, entender que o mercado de trabalho não tá fácil pra ninguém e, nos dias ruins, girar a chave do apê alugado e pensar “você tem 27 anos”, fazer cálculos de estabilidade financeira X idade fértil e achar que nada vai dar certo. Nesses dias, eu lembro de todas as balzaquianas que já me disseram que fazer 30 não é nenhum bicho de sete cabeças, respiro fundo, lembro de tudo de bom que já conquistei e tento jogar o pessimismo pra escanteio. Ah, e lá no fundo eu tenho certeza que essa virada de década será não um tormento, mas um alívio, uma libertação de todo o peso das expectativas. P.S. você é mais bonita agora aos quase-trinta, só eu achei? Haha beeeijo.

  3. Vanessa Veríssimo

    Legal, Thais! Mais um texto show de bola! Eu passei por essa mudança há exatos dois anos e meio… Tem hora que adoro, tem hora que odeio, mas uma coisa eu sei, não trocaria ter sido adolescente nos anos 90, ter nascido nos anos 80 e ter vivido tantas coisas legais nas épocas que eu vivi… Enfim, gostando ou não, 32 e meio é a minha idade, minha história! hahaha
    Uma das minhas melhores amigas faz 40 esse ano e a outra faz 30. Cada uma com suas neuras, com seus problemas “de idade”, mas uma coisa eu sei, estamos todas muito melhores do que aos vinte e poucos. rs
    Feliz 30 pra você!

  4. Linda!!
    Eu tô com 26… tô me sentindo até meio pirralha agora.
    A verdade é que me sinto mais perto de 30 do que de 20 (ok, não é uma sensação, é a realidade).
    Ter a idade que se tem é realmente maravilhoso.
    E posso falar? Estamos cada vez mais lindas e mais realizadas – mesmo em crise!
    Minha vida já deu tantas voltas… mas a verdade é que eu não voltaria para os 20, 22 nem pros 25…
    Só quero daqui pra frente!
    😉
    E siiiiiiiiiim, não consigo mais usar gírias hoje em dia. Que mania péssima! hahahahahaha

  5. Nossa, conheci seu blog hoje por acaso e cai nesse post!!!
    Coincidência ou não me encontro no mesmo caminho que vc, rumo aos 30! hahaha. Sinceramente, passei por uma mini crise aos 27 tbm, mas me convenci que realmente a gente só melhora com o tempo! Hoje me sinto muito mais mulher, mais realizada.. claro que nada do que eu imaginei aos 15 aconteceu, mas who cares?
    Um beijo e feliz 30 para nós!!

  6. Thais!! Muito legal esse post….acho que é igual pra quase todas :0) e olha eu já passei dos 35 kkkk enfim o tempo voa mas os sonhos, as vontades, o nosso jeito permanece intacto! Sempre vamos querer algo mesmo rs. Bom também sem sonhos seria muito vazio né não! Desejo que vc acumule muitos sonhos e realize todos! Beijos :o))) Haaaaaa o mingau é muito fofoooooooo!

  7. Ahhhhh…. Mostra com detalhe essa sua tatoo do braco??! Fico me curiosa!! hahahaha Amo tatuagens! e Prometo não fazer uma igual! rs

  8. Eu falaria aiii zenti pra esse post SE EU NÃO TIVESSE QUASE TRINTA hahahahahaha! Como ja tenho posso dizer Que post Lindo!!! Onde vende essa segurança toda sobre o Mundo, tem pro meu tamanho??! Quero comprar já!
    hahaha
    Então, aos 18 eu achava que aos trinta minha vida já estaria suuper organizada, rica , glamourosa , casada , com filhos , etc… Acho que eu via muita novela do Manoel Carlos! Alias ando com essa ideia de como as mulheres são manipuladas pela mídia! #aloka Agora com quase 30 muita coisas está diferente mas você me fez ter vontade de pensar em quanta coisa legal eu vivi até aqui…

    Obrigada! 😉

    E tá devendo o post da vida profissa! hahaha ( as que cobra na cara dura)
    bjoooss!!

  9. eliza lombardi

    Oi Thais, primeiro parabéns pelo post. Tb tenho 30 e confesso q até me irrito com meninas q ficam com nhenhenhe pq ta fazendo 30. E ainda postam a maldita legenda nas fotos do aniversário “de repente 30”. De repente uma ova. rs..
    Outra coisa, mudando de assunto, vc lembra q meu pai projeta filme 16mm? Esse mês vai rolar exibições td sábado. Aparece lá 😉
    http://m.youtube.com/watch?feature=youtube_gdata_player&v=6XZFMozjF3o&desktop_uri=%2Fwatch%3Fv%3D6XZFMozjF3o%26feature%3Dyoutube_gdata_player
    Esse é o vídeo. Se vc não conseguir abrir, digita Archimedes Lombardi na pesquisa no YouTube.
    Beijos!

  10. Vitória Mackay

    Já pode chorar? :’D
    Acho Musa de Verdade quem acaha linda a vida do jeito que vc acha. E mais musa ainda por não cansar de lembrar isso pra todo mundo!
    Bjão

  11. Leticia Brito

    Amiiiga me ensina a aceitar essa idade assim…To numa crise!!! hahahahaha
    Mas que lindo seu post, amei, acho que vc sempre foi muito corajosa(ariana!!!) e te admiro por encarar as coisas de frente mas com muito bom humor, e cada vez mais se levando menos a sério.
    LINDA! <3

  12. May Fernandes

    achei o post otimo!
    tenho 26 anos e minha irma (que tambem tem 26 – somos irmas de criação) costuma dizer que aos 27 o bicho pega! mas ela criou metas muito restritas pra si mesma (queria casar aos 25, ter filhos aos 30, sendo que nem marido ela tem!) e acaba me passando um pouco dessa neurose. eu to tranquila, o que complica é a cobrança da sociedade que acha que ser ‘adulta’ é sinonimo de ter ‘posses’ e familia formada! enfim, acho que vai de cada um né? cada um com suas resoluções…
    beijos e vc esta cada dia mais bonita!

  13. Bacana demais!!! Que bom ver que não estou sozinha com meu mundo ideal de “Com 30, eu vou estar casada, com filhos, feliz profissionalmente e com grana para viajar todo ano”!!! Feliz 30 para nos!!

  14. Oi, Thais, sou super nova por aqui! Conheci seu blog no fds!
    Faço 31 semana que vem e vc tem toda razão! Deve-se comemroar cada ano, pq é bom demais ter a idade que a gente tem! Seja ela qual for!

    Tive uma pequena crise qd fiz 30, mas ela durou mais ou menos 1 dia! kakakaka Pq a noite, qd fui apagar as velinhas, com um marido amado do lado, duas filhas nos braços, amigos ao redor e uma familia mais que sensacional super junto de mim, não consegui não chorar de alegria!

    Realmente, não estou onde queria estar aos 30. Mas é tão diferente do que imaginava que não consigo pensar se está melhor ou ´pior. Eu gosto tanto do que conquistei até agora que, olha, tô de parabéns! kakakakakakakak

    Que venham mais e mais anos pra serem comemorados!!!

    Beijocas

    p.s.: gostei do blog e amei o filminho dos lencinhos e apetrechos de cabelo, usava tanto no fim da adolescencia e qd casei (casei bem cedo), e depois que tive filhas achei que fiacva meio bocó demais. Mas, ó, depois de ver vc com eles na cabeça, já lavei todos os antiguinhos e até usei hoje! hjahahahaha

    1. Thais Farage

      Pois é, a gente cria muitas expectativas, né? Tô tentando não projetar nada pros 40, hahahaha, não quero frustrações!

      Feliz que você curtiu o blog, tô super precisando fazer mais vídeo mas não tem dado tempo. E fiquei morta de feliz em saber que você vai voltar a usar seus lenços! Usa, sim! Não tem nada demais em ser mãe e continuar sendo gata e musa, hahaha. Eu apoio!

      Muitos beijos! <3

  15. Que lindo esse post!!!! Também já cheguei na casa dos 30 e digo, com convicção, que essa está sendo uma fase ótima!!!! Amo muito meus trinta e poucos anos!!! Seja bem-vinda, Thaís! 😉

  16. Rafaela Regina

    Ahh que linda! Gente, quero essa atitude com a vida pra mim, sério! E com as crises profissionais também… Aliás, fala mais sobre isso? Beijocas, a próxima década será incrível!

    1. Thais Farage

      Ei Rafaela! Vou fazer um vídeo em breve sobre isso.. fico adiando porque tô esperando a vida se resolver um pouco melhor, hahaha, mas acho que 100% resolvido não vai ser nunca, né? Talvez seja melhor fazer logo, hehe.

      Muito beijos!

  17. Ameeei! É exatamente isso, independente da idade e das dificuldades, através de bons exemplos sempre encontramos um jeito melhor de lidar com os acontecimentos que acompanham durante as novas fases das nossas vidas. <3

  18. Amei sem fim!!!!
    Fazer trinta daqui uns dias me assusta sim. Pensar que conquistei pouco do que idealizei por falta de dar um up na vida me entristece. Maaaas é claro que todos esses anos valeram muito, muito a pena. Vivi sempre da forma que quis de forma intensa e verdadeira e sim, ainda há muito pela frente!!!!! Uma coisa que me deprime demais (parece tolice, bobeira, coisa de quem não sabe viver sozinha e pode até ser hahahaha) é ser solteira aos 30 em Leopoldina. É de doer, acredite!
    Feliz 30 pra nós!!!!

    1. Thais Farage

      Só tenho um conselho: vai embora de leopoldina. Porque a parte de ser solteira tudo bem, dureza é morar aí, hahaha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.