quem faz as minhas roupas?

Nem só de Fashion Week pra mostrar novas tendências vive o universo da moda, viu?!

Por trás das peças babado que a gente vê por aí, tem muita coisa envolvida e vale muito ficar de olho. Um bom caminho é acompanhar a Fashion Revolution Week, que começa hoje (19) e vai até 25 de abril.

Já procurou saber quem faz suas roupas?

A Fashion Revolution quer que a gente pense nas perguntas #QuemFezMinhasRoupas e #DoQueSãoFeitasMinhasRoupas e cobre que o mercado da moda seja cada vez mais justo, transparente  e responsável. E as marcas também podem responder usando a tag #EuFizSuasRoupas – legal, né?

Quando pautas como essas ficam em alta, começamos a refletir sobre nossas escolhas e formas de consumo. Às vezes, rola um desânimo, pois logo imaginamos grandes revoluções e sacrifícios. Mas é só pensar em um passo de cada vez! Como tudo nessa vida, é um processo e pode começar com pequenas atitudes, saca só: 

Não é sobre parar de consumir ou criar um armário cápsula, se a gente buscar direitinho achamos um monte de peças diferentonas, que duram muito e são super confortáveis, em marcas pequenas e autorais.

Sei que você já deve estar pensando “mas custa um rim, né?”. Só que, se comprarmos com mais atenção e intenção, sobra grana pra investir em peças de maior qualidade e que duram mais – lembrando que não é regra que o mais caro é sempre melhor. Como a gente sempre diz por aqui: o investimento da roupa se paga quanto mais vezes você usar.

Também dá pra resgatar um costume perdido: mandar fazer roupas sob medida. Se você encontrar uma costureira do coração, valorize esse relacionamento.

Mas por que ainda preferimos prêt-à-porter às roupas feitas sob medida por costureiras?

Comprar direto na loja parece prático e rápido. Só que ter uma peça feita pra você é uma certeza de exclusividade. Além disso, é feita para o seu corpo e o seu conforto. E ainda valoriza o trabalho de quem tá perto.

E tem situações em que, se a gente avaliar, não é tão prático e muito menos rápido dar preferência ao prêt-à-porter.

Quem nunca passou a tarde no shopping em busca do vestido perfeito e acabou comprando um de que nem gostou tanto?

Se tivesse apostado na costureira, teria levado as suas referências, escolhido o tecido e teria uma peça única.

O primeiro passo é achar a costureira da sua vida. Pode começar pedindo coisas mais simples – quase toda roupa precisa de ajustes – ou buscando indicações das amigas.

Afinal, não dá pra arriscar encomendar o look daquele evento super importante, pegar 3 dias antes e não curtir, né? Toda relação gostosa demanda tempo e confiança.

Consumo consciente também é saber que não precisa ter todas as coleções e tendências do momento. Não é porque o inverno chegou que você precisa da nova coleção ou atualizar o armário com a cartela de cores Pantone do ano.

Quando você se entende melhor, sabe o que gosta de usar e o que funciona pro seu estilo de vida, você não cai mais na armadilha de querer consumir como se não houvesse amanhã, a fatura do cartão tá aí pra provar que tem. 😉

E aí, você tem alguma história legal com sua costureira? Vai procurar a sua costureira do coração (mas fica em casa ein, dá pra ir batendo um papo pelo zap enquanto a pandemia não melhora)? Me conta nos comentários. 🖤

Se quiser saber um pouco mais sobre a  Fashion Revolution Week, dá uma olhada no Site e no Insta para acompanhar todas as ações. 😉

5 comentários em “quem faz as minhas roupas?”

  1. Eu me considero uma pessoa de sorte nesse sentido, minha vó foi costureira e passou o amor p minha mãe que se tornou uma costureira top
    Eu n tenho menor talento ( pulou uma geração) mas ver a minha mãe estudando e fazendo costura faz eu dar valor a cada peça 💜

  2. eu amo costureira, é um trabalho tão legal de cocriação, a escolha do tecido, aviamentos, acabamentos, o jeito como a gente escolhe um modelo da revista e muda tudo.
    eu tô na busca por uma costureira

  3. Nunca parei pra pensar o quanto ir às compras é muitas vezes, além de cansativo, frustrante. Nada como uma dicona dessas pra repensar nossas decisões e ampliar as possibilidades. Quero uma costureira do ♥️ pra ontemmm!

    1. Meu sonho encontrar uma costureira pra fazer minhas próprias roupas, hoje em dia tá difícil. Esse post despertou minha curiosidade em saber mais sobre as marcas das roupas que eu compro, que confesso que eu nem procuro saber kkkkkkk AMEIIII 😍

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

assine a newsletter farage.inc ❤

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

thais farage

CNPJ: 14 552 312/0001-12 | Farage Inc
2021 © Todos os direitos reservados.