Sobre Teste de Cosméticos em Animais

Desde que começou o bafáfá do Instituto Royale vocês me pediram para fazer um post sobre os cosméticos que testam em animais e os que não testam. Daí que fui pesquisar o assunto. Não, não basta ligar pra empresa e perguntar se eles testam o não… eu quis ir um pouco mais a fundo na questão [e é por isso que o post sobre trabalho escravo & fast fashion ainda não entrou no ar, tô pesquisando melhor].

A gente precisa ler as coisas, pesquisar, pensar e não sair repetindo as coisas feito um bando de gazela estridente. Por mais legal que a idéia do amiguinho pareça, é melhor ter a sua, néam?!

Daí que no meio da minha pesquisa umas coisas começaram a não fazer sentido, tipo: Como que a marca X  não testa em animais e a marca Y que tem um produto praticamente igual (em termos de ingredientes) testa?! Não faz sentido. Também comecei a achar as alegações meio aleatórias. Pesquisando mais e mais, cheguei no East to West (sempre ele <3 haha). E, bom, o post já tá pronto lá, gente. Não vejo nenhum sentido em ficar repetindo aqui. O texto é super grande, mas me pareceu bem completo e eu, inclusive, chequei as fontes do Pedro: tudo certo.

Então o mini post é só pra convidar você que tá interessada no assunto e parou de usar mil marcar por isso a ir  ler o texto todinho. A gente pode conversar aqui depois, discutir, argumentar, levantar outras hipóteses e afins.

Beijos, beijos.

2 comentários em “Sobre Teste de Cosméticos em Animais”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.