Underwear aparecendo como borogodó

Underwear aparecendo como borogodó é uma tendência que sempre volta quando a gente quer reafirmar o lado sexy da vida. Então muita gente já tinha cantado esse retorno depois do foco no conforto durante a pandemia. A gente já falou do loungewear como borogodó no Instagram, que é uma ponte entre esses dois momentos.

Pode parecer uma tendência muito arriscada, mas tem vários truques de styling pra deixar com a sua cara. Atualmente existem muitas opções de alça mais fininha que ficam bem do lado de fora da blusa. Muita opção de cores, formatos, cortes. Tem pra todo gosto!  Pra quem quer começar pode deixar só um pedacinho aparecendo, um detalhe… Por isso que é bacana focar em peças com materiais de qualidade e caimentos que te deixem segura e confortável.

 As mulheres pioneiras nesses estilos muitas vezes foram criticadas por usá-los. Do espartilho apertadíssimo do século 18 aos slip dresses dos anos 90, esse styling sempre surge como método de desafiar e ressignificar. Mas rapidinho entram nos ciclos de tendências.

Um pouquinho de história da underwear aparecendo

Na nossa História da Moda, branca e europeia, muita gente credita a Rainha Catarina de Médici de Florença como inventora de um período de mais de 300 anos de moda dos espartilhos. Mas é mais provável que o estilo tenha sido “emprestado” das modificações corporais praticadas por mulheres na Ásia, África e outras culturas indígenas. Novidade zero, né?

Mas bora voltar pra história. Já no século XX, Paul Poiret e Gabrielle “Coco” Chanel trocaram o espartilho por silhuetas mais folgadas. As sufragistas americanas também foram responsáveis pela mudança de significado de várias peças “íntimas”. Por exemplo, as bloomers (aposta do verão americano – vamos falar mais disso) batizadas em homenagem à Amanda Bloomer e os slip dresses popularizados pelas flappers. Underwear é uma ótima ferramenta para questionar códigos de gênero.

Vários desses códigos que eram símbolo de opressão retornaram como símbolo de “sou dona do meu próprio corpo”. Vivienne Westwood, Alexander McQueen, Jean Paul Gaultier e Thierry Mugler criaram momentos icônicos da moda nos anos 80 e 90. Até hoje vemos essas apostas.

Como usar underwear aparecendo?

A Thais nunca deixou de apostar no borogodó da lingerie aparecendo, mas agora a gente tá vendo isso dos red carpets ao street style. Então, pra facilitar um pouco, vamos separar essas tendências?

Em primeiro lugar, vamos falar dos slip dresses e transparências: A Megan Fox foi o hit do VMA 2021 com uma mega transparência e wet look. Além disso, vimos muuuuuito desse rolê na Semana de Moda de NY e na coleção Aria da Gucci.

A gente ama muito também o contraste slip dress e tênis, ou até com uma jaqueta (Rihanna, rainha do slip dress já usou até com uma camiseta sobreposta) : 

Corsets e sutiãs à mostra ou até mesmo usados ‘por cima’ (o já famoso underwear as outerwear) também estão no nosso radar. Vera Wang quebrou o MET Gala com um top bandeau e “boxers” de cetim. Tom Ford misturou a tendência com calças cargo (quem também lembrou da Gwen Stefani no clipe de just a girl tá na hora da segunda dose, hein? 😬). A Gucci (quem mais amou esse desfile?) tá ousando com peças fetichistas à mostra até em looks tradicionalmente masculinos. A Thais é ótima inspiração pra harness como borogodó, falando nisso).

As bloomers, que apareciam mais nas subculturas agora (muito pela influência do cotaggecore) estão em evidência em versões mais contemporâneas.

Bota esse borogodó pra jogo!

Hoje, underwear em plena luz do dia (ou dos flashes) é bem comum. Mas ainda passa uma mensagem – e a gente não cansa de falar que moda é comunicação, né? No mínimo, essas inspirações de styling mostram que não tem problema algum quebrar regras e experimentar o que quiser pra descobrir o seu borogodó!

Quer conhecer um método rápido, prático, com resultados reais para ter look todo dia e acabar o sofrimento na hora de se vestir? Com a sua personalidade, sem regrinhas e sem decoreba? Então clica aqui pra saber tudo sobre o Básico com Borogodó.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.